Coaching,  Inspiração,  Liderança

Perde-se demasiado tempo a procurar porque o mais evidente não se vê

É sem dúvida incontornável que a pandemia obrigou a um repensar completo, em todos os aspetos da organização humana. Esta mudança não tem um final previsto e baseia-se na capacidade de adaptação e resiliência.

A vulnerabilidade das escolhas, assenta na agilidade de as transformar em cada momento, com os olhos postos num horizonte desapegado do ontem e que se ajusta constantemente ao caminho da incerteza. Para quem vivia preso à sua zona de conforto, este tempo será de sofrimento e medo, com consequências na redução da confiança e um mindset assustado e fragilizado.

Artigo na íntegra disponível aqui